quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

A torcida e o time

O time entrou em campo quem ñ queria nada e em poucos minutos de jogo já marcou seu gol.

A torcida que via aquele jogo muito descrente, pensou que com aquele gol o resultado seria positivo e que dalí sairiam muitos gols.

No final do primeiro tempo o time marcou novamente, e um gol tao significativo quanto o primeiro.

Neste momento a torcida via que como grande a possibilidade de vários outros belos gols, mesmo com apenas pouco tempo faltando.

O desejo de mais gols era latente, a torcida clamava, pedia, mas os lances nem acabavam na trave, o time ñ chegava ao ataque, apenas trabalhava a bola no meio de campo, cozinhando a torcida até os minutos finais.

Ao final do jogo, a torcida viu uma grande chance de gol, porém a bola foi para linha de fundo: mais uma bola fora!, daquele time que tanto pretendia, nada fazia e tantas esperancas dava.

No último minuto, a torcida ameacava ir embora, mas ainda esperava um novo lance, e esse saiu pela tangente novamente.

Desiludida, a torcida foi embora do estádio (para um dia voltar) mas magoada com a atitude desportiva do seu time do momento, que demonstrou tantas alegrias no primeiro tempo e tantas decepçoes depois...

4 comentários:

André Henriques disse...

Isso parece mais um jogo da vida...

cristian disse...

Como estás metafórica... Ah, e que bom que vc chegou bem! Não esquece de conhecer Acapulco, hehe.

Anônimo disse...

Acabou um jogo e não o campeonato.
Clássicos assim não têm história tão pequena.

Junior disse...

Acabou um jogo e não o campeonato.
Clássicos assim não têm história tão pequena.